• Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste

Notícias

08/04/2016 13:30

Secti na Área reúne comunidade acadêmica e setor privado elétrico

Mais uma edição do Secti na Área aconteceu na manhã desta sexta-feira (8), no auditório da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), desta vez, com ênfase no Setor Elétrico. O encontro reuniu representantes de quatro empresas do segmento, de nove instituições de ensino, além de gestores das secretarias estaduais de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), de Desenvolvimento Econômico (SDE) e da própria Seinfra, responsáveis pela realização do evento.

As boas-vindas ficaram por conta dos integrantes da mesa de abertura, Ivan Barbosa, chefe de Gabinete da Seinfra; Paulo Guimarães, superintendente de Promoção do Investimento da SDE; Luiz Pontes, superintendente de Desenvolvimento Científico da Secti; Rosineide Mubarack, presidente do Fórum Baiano de Pró-Reitores de Pós-graduação e Pesquisa; e Antônio Brito, gerente de P&D do Grupo Neoenergia.

O Secti na Área – Setor Elétrico promoveu um alinhamento ideológico entre a comunidade acadêmica baiana e as empresas. A expectativa é que essa troca permita a participação no amplo programa da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que deve ser lançado no segundo semestre deste ano. “Já temos um relacionamento sólido com a maioria das academias que estão presentes, mas o Secti na Área nos deu oportunidade de conhecer quadros de outras instituições”, exalta Antônio Brito.

Luiz Pontes deixou claro que “é primordial desenvolver tecnologias dentro da Bahia e, para isso, as empresas precisam conhecer o que as entidades de ensino têm a oferecer, ao mesmo tempo em que a comunidade acadêmica deve identificar quais são as necessidades da iniciativa privada”.

O edital da Aneel foca em pesquisa e desenvolvimento estratégicos em armazenamento de energia. Para Rosineide Mubarack, a questão tem reflexo em setores diversos: “Pensarmos estrategicamente quais são os projetos que precisamos trabalhar, em parceria, no desenvolvimento e pesquisa para a Bahia e pensar o setor elétrico é, de fato, pauta estratégica para a evolução em variados nichos, como o econômico, acadêmico e social”.

Confira as fotos do evento aqui.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.