• Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste

Notícias

27/07/2016 13:40

Debate sobre tecnologia e educação lota auditório do IAT

Cerca de 60 alunos da rede estadual de ensino trocaram a sala de aula, na manhã desta quarta-feira (27), por outro ambiente: o Auditório 17 do Instituto Anísio Teixeira (IAT). O aprendizado, no entanto, não foi deixado de lado, pois o local abrigou a 5ª edição do Secti na Área, que trouxe o tema ‘Tecnologias na Escola: Possibilidades e Desafios’. Professores, pesquisadores e gestores das duas áreas também foram responsáveis pela lotação do auditório, com capacidade para, aproximadamente, 110 pessoas.

Promovido pela Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do (Secti), o evento, desta vez, contou com o apoio da Secretaria de Educação do Estado (SEC) e foi transmitido, ao vivo, para 40 municípios baianos, a exemplo de Barreiras, Caetité, Brumado e Itabuna. Representantes de importantes entidades dos dois segmentos conduziram as palestras desta edição: Universidade Federal da Bahia, do Senai Cimatec, da Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex) e da Insix – Soluções Inteligentes, as duas últimas atuantes no segmento de Tecnologia da Informação.

Um dos componentes da mesa de abertura, Severiano Alves, diretor geral do IAT, enfatizou que, atualmente, “é impossível pensar educação sem estar atrelada à tecnologia”. Sentado ao lado, o superintendente de Inovação da Secti, Thomas Buck, complementou o raciocínio, ao reiterar que "a união dos setores representa oportunidade, criando um leque de possibilidades, principalmente na área de empreendedorismo". A mesa foi formada, ainda, por Nildon Pitombo, subsecretário da SEC; Lázaro Cunha, diretor de Inovação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb); e Flávio Gonçalves, diretor do Instituto Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb).

Desafio

Além de ampliar o conhecimento sobre o tema, os jovens presentes receberam, em primeira mão, detalhes sobre o ‘Desafio Tecnologia para a Educação', concretizado para premiar projetos de ciência e tecnologia, com temática abordando Educação em Saúde, exclusivo para estudantes da rede estadual de ensino. Ismael Barbosa, um dos estudantes da plateia, deixou clara a pretensão de “ser um profissional da área de Tecnologia” e salientou que viu, no Desafio, “uma chance de iniciar essa carreira”.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.