• Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Programa Secti na Área

Notícias

01/12/2017 20:00

Hackathon busca soluções para comercialização de produtos da Agricultura Familiar

Maratona de programação premia neste sábado, às 20 horas, as três melhores soluções tecnológicas

Solucionar entraves na ‘Comercialização de Produtos Provenientes da Agricultura Familiar’ é o desafio da maratona de programação para hackers, desenvolvedores, inventores e agricultores na VIII Feira Baiana de Agricultura Familiar, Economia Solidária e Reforma Agrária. Os 30 participantes, sendo 24 estudantes universitários e seis agricultores familiares, passaram a madrugada projetando e desenvolvendo ideias inovadoras e tecnológicas de gestão, venda e escoamento da produção em nosso estado.

Para o secretário da CT&I, Vivaldo Mendonça, o tema escolhido retrata a integração sinérgica entre as secretarias da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e de Desenvolvimento Rural (SDR), compondo uma política de governo que dará visibilidade à atuação e protagonismo da agricultura familiar no cenário socioeconômico baiano, através o acesso às tecnologias digitais. “Com este Hackathon todos saem vitoriosos, pois ganham os estudantes que agregam conhecimentos e a população e os produtores com a construção de uma solução tecnológica que vai impactar diretamente na vida das pessoas”, disse.

Cerca de 80% dos alimentos consumidos pela população são provenientes da agricultura familiar. Estas e outras informações foram apresentadas por Marcelo Matos, superintendente da Agricultura Familiar (Suaf), que embasou os programadores através de um panorama do setor na Bahia. Ele ressaltou como principais desafios as dificuldades na identificação da capacidade produtiva local, de logística, na formação de preço e de se enquadrar à legislação sanitária, bem como as insuficiências de gestão, de assistência técnica, e falta de rastreabilidade dos produtos.

O regulamento foi lido e entregue para os participantes pelo coordenador de Hackathon da Secti, Sócrates Santana, que orientou as seis equipes a utilizarem como referências projetos de inovação que ofereçam tecnologias abertas para engajar cidadãos, universidades, associações, organizações da sociedade civil, empresas, políticos e governos.

A última e inédita edição do Hackathon Desafios Bahia de 2017, Agricultura Familiar, começou às 14h desta sexta-feira (1), no auditório seis do Bahia Rural Contemporânea, no Parque de Exposições de Salvador, e encerra às 20h deste sábado (2), com a premiação dos três melhores projetos.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.