• Informativo
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Notícias

05/08/2019 14:00

Secti e Fapesb rodam interior baiano em busca de ideias inovadoras

Estimular a comunidade científica em todo o estado é um dos principais ideais da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). Pensando assim, técnicos de pasta estiveram em sete municípios baianos (Jequié, Jacobina, Irecê, Teixeira de Freitas, Porto Seguro, Lauro de Freitas e Ilhéus), entre 26 de julho e 2 de agosto, para divulgar e tirar dúvidas acerca do Edital Centelha Bahia. O incentivo financeiro, voltado para negócios inovadores, vai disponibilizar R$ 60 mil por projeto selecionado através do edital que está disponível desde o dia 24 de junho.

De acordo com o coordenador de Articulação Institucional da Secti, Sócrates Santana, os municípios do interior possuem um forte engajamento quando o assunto é inovação. “Mais oportunidades para avançarmos muito além da capital. Quando se trata de ciência, tecnologia e inovação, nosso estado é muito rico e é necessário conhecer as demandas de Norte à Sul da Bahia”, sinalizou.

O programa, lançado pela Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb), vinculada à Secti, está com inscrições abertas até o dia 28 de agosto por meio do endereço eletrônico www.programacentelha.com.br/ba. No total, o Centelha Bahia vai conceder R$ 1,6 milhão em recursos de subvenção econômica (recursos não reembolsáveis).

A iniciativa, que faz parte da estratégia do Governo do Estado de apoiar o empreendedorismo e inovação em todo território baiano, é resultado de uma ação cooperada de parceiros do Ecossistema de Inovação. Na Bahia, a execução é da Fapesb, enquanto no âmbito federal fica por conta da Finep e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). São também apoiadores o Conselho das Fundações de Amparo (Confap), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) e a Fundação CERTI.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.