• Informativo
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Notícias

29/08/2019 15:00

Centelha Bahia lidera em número de ideias inovadoras no Nordeste

Os 2407 participantes inscritos no edital Centelha Bahia consagraram o estado como o de maior número de ideias submetidas, a nível Nordeste, entre os editais que encerraram as inscrições até o dia 28 de agosto. No total, foram 932 propostas de negócios, distribuídas por 86 municípios, que buscam trazer ideias inovadoras para promover o avanço econômico e social do estado.

Os números comprovam o êxito da estratégia do Governo do Estado em democratizar o acesso à ciência, tecnologia e inovação. O programa promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com a Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb). A iniciativa vai destinar, inicialmente, R$ 1.620.000,00 para que empreendedores possam desenvolver seus projetos.

As áreas de tecnologia social, TI e Telecom, além de internet das coisas, lideraram entre as temáticas de propostas submetidas. A lista com as 200 ideias aprovadas para a próxima fase será divulgada até o dia 13 de setembro de 2019, quando os participantes deverão elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio executivo com o objetivo de demonstrar as chances da ideia gerar um bom negócio.

Posteriormente, 100 propostas serão selecionadas para apresentarem uma estrutura de fomento, com apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução. Ao longo de todas as etapas os concorrentes contarão com capacitações para auxiliar o empreendedor a aprimorar sua ideia e desenvolver seu negócio. Até o fim do programa, os projetos selecionados serão contemplados, cada um com R$ 60 mil em subvenção econômica, além de outros benefícios oferecidos por parceiros do Centelha.

Para o diretor geral da Fapesb, Márcio Costa, o resultado representa mais uma iniciativa de sucesso que traz o fomento ao empreendedorismo inovador como uma alternativa para o desenvolvimento do estado, gerando renda e empregos. “A Bahia é destaque nacional no setor de inovação. Isso demonstra que o povo baiano está cada dia mais em busca de incentivos para esta área e, nós da Fapesb, estamos à disposição para investir ainda mais na criatividade da população”, afirmou.

Já a secretária Adélia Pinheiro acredita que os resultados integram os esforços da Secti em colocar a Bahia no topo do ecossistema de inovação. “Com a liderança do governador Rui Costa, o Estado oportuniza e apoia nossa gente a mostrar o potencial criativo e inovador que a terra Bahia ilumina a todos que aqui vivem para desenvolverem ideias que contribuam com a melhoria de vida da população”, ressaltou.

Centelha - O Programa Centelha é resultado de uma ação cooperada de parceiros do Ecossistema de Inovação. Na Bahia, a execução é da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapesb), que é vinculada à Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), enquanto no âmbito federal fica por conta da Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep) e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). São também apoiadores o Conselho das Fundações de Amparo (Confap), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) e a Fundação CERTI.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.