• Prêmio de boias práticas 2017
  • Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Banner Recadastramento do Servidor

Incubadoras de Empresas

ÁITY
Nada mais justo que um ambiente planejado para transformar ideias inovadoras em cases de sucesso. Pensando nisso, a Secti resolveu batizar a Incubadora do Parque Tecnológico da Bahia de Áity. A palavra é de origem Guarany e significa Ninho. Tudo a ver, não é?

O dicionário Aurélio define a palavra Ninho como: habitação, teto, casa, que são feita por alguns animais. A proposta da Áity Incubadora de Empresas está diretamente ligada à origem do nome. Instalada no prédio do Tecnocentro, a Áity dispõe de um ambiente preparado, com estrutura física, tecnológica e consultoria dedicada a contribuir com o crescimento de micro e pequenas empresas.

A Áity Incubadora conta com o apoio da Fundação *CERTI – Pioneira na modelagem e gestão de ambientes de inovação que vai monitorar as empresas a fim de identificar os principais gargalos e potencialidades. Assim como, oferecer assessoria nas áreas de equipe, tecnologia, capital, mercado e gestão – a Áity Incubadora já abriga mais de 20 empresas, selecionadas através de editais. Os frutos desse projeto começaram a aparecer. Algumas empresas instaladas no Parque já apresentaram produtos finalizados que são verdadeiras inovações.

O ronco – problema que atingi cerca de 40% da população brasileiro e colocou o cantor da Banda Parangóle, Léo Santana, em situação delicada perante os fãs – também está prestes a ganhar uma solução, graças ao trabalho desenvolvido pela Dra Kenya Felicíssimo Innovare, com o apoio da Àity Incubadora de Empresas. Kennya desenvolve um aparelho intraoral que vai combater o ronco de forma prática. (Conheça o projeto clicando aqui)

A *CERTI é uma organização de pesquisa, desenvolvimento e serviços tecnológicos especializados de Santa Catarina, e visa proporcionar soluções inovadoras para a iniciativa privada, governo e terceiro setor.

Saiba mais »

áity industrial

A Áity Industrial, antiga Incubadora de Empresas de Base Tecnológica – INCUBATEC, é um programa de incubação de empresas criado em 1993 pelo Centro de Pesquisas e Desenvolvimento - CEPED, órgão incorporado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia - SECTI no segundo semestre de 2013. Suas atividades são orientadas no sentido de estimular e apoiar empresas de base tecnológica, preferencialmente inovadoras, por meio da cessão de espaço físico e oferta de serviços e facilidades que viabilizem a consolidação desses empreendimentos. A missão da Áity Industrial é induzir as empresas a um processo de maturidade organizacional e comercial que resulte na melhoria de sua competitividade e sua sobrevivência no mercado.

São candidatas à Áity Industrial as empresas que estão desenvolvendo produtos ou processos de base tecnológica capazes de serem lançados em escala comercial, mesmo que estejam em fase de protótipo ou projeto. Também podem candidatar-se as empresas já estruturadas que queiram desenvolver outros produtos ou processos inovadores. Quando aprovadas no edital de seleção, as empresas podem optar por residir fisicamente na Incubadora ou de serem não residentes, mas participando do programa de incubação e usufruindo dos seus serviços como as demais.

Para atender as necessidades de cada negócio, a Áity Industrial mantém uma equipe multidisciplinar e trabalha com uma metodologia que respeita as individualidades e especificidades do empreendimento, oferecendo desde a orientação na elaboração de seus planos de negócio aos itens básicos para o pleno funcionamento da empresa. Os custos de participação no nosso programa de incubação de empresas são menores do que os praticados no mercado e estão diretamente relacionados à área ocupada e aos serviços utilizados pela empresa. Estes fatores se constituem como vantagens para as empresas nascentes, minimizando riscos ao sucesso do negócio e garantindo sua sustentabilidade nos primeiros anos

Além de dispor das estruturas do CEPED para o desenvolvimento de suas atividades, a Áity Industrial é apoiada por importantes instituições como a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia – FAPESB e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE, e faz parte da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores – ANPROTEC.




Recomendar esta página via e-mail: