• Informativo
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Notícias

17/12/2019 20:00

Secti vai a Madre de Deus para aproximar o ecossistema de inovação

A equipe da Secti visitou diversos espaços voltados para inovação e dialogou possíveis parcerias para fomentar o setor na região

Ao longo do dia 17 de dezembro de 2019, a equipe da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), esteve na cidade de Madre de Deus para diversas visitas técnicas, a fim de conhecer espaços que podem receber centros de tecnologia, além de realizar uma reunião para discutir possíveis parcerias com os dirigentes do município.

Entre as atividades, foram visitados o Centro Esportivo de Alto Rendimento, local onde será instalado um espaço para coworking com foco em cidade inteligente, chamado Espaço Colaborar, um dos projetos da Secti voltado para empreendedores desenvolverem seus trabalhos.

Para o Prefeito, Jeferson Andrade, a expectativa para esta parceria está centrada em prol da produção de conhecimento tecnológico que vai render benefícios à população local. “A expectativa é que possamos assinar um convênio de cooperação técnica para que Madre se torne uma citylab (cidade laboratório), para as experiências de inovação desenvolvidas no Parque Tecnológico localizado na avenida Paralela, em Salvador”, disse.

De acordo com a secretária da Secti, Adélia Pinheiro, o município conta com políticas públicas locais que incorporam tecnologia à serviço da população. “Queremos transformar Madre de Deus em um laboratório vivo para cidades-inteligentes, pois assim colocaríamos o espaço disponível para governos municipais, além disso ele serviria como um espaço estendido do Parque Tecnológico”, ressaltou.

Para formalizar as parcerias, a Secti e a Prefeitura de Madre de Deus irão marcar reuniões com o objetivo de estruturar as futuras ações. Além da Secti, estiveram presentes representantes da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.